Por dentro

#jornal enfoque #fotojornalismo #jornalismo #jornalismo cidadão
Enfoque busca ampliar as vozes dos moradores da Região Nordeste de São Leopoldo
"Em sua segunda edição nos bairros Santos Dumont e Rio dos Sinos, jornal dá continuidade em ouvir e contar as histórias dos residentes de comunidades periféricas da cidade"
Avatar



Está circulando entre os moradores dos bairros Santos Dumont e Rio dos Sinos, de São Leopoldo, os exemplares impressos da segunda edição do jornal Enfoque São Leopoldo: Região Nordeste. Em função das restrições impostas pela pandemia de Covid-19, a produção do periódico, pelo segundo ano consecutivo, está sendo realizada de forma totalmente online.


A publicação tem a apuração, redação e edição feita por alunos do curso de Jornalismo da Unisinos (campus São Leopoldo). O professor Rafael Grohmann, que comanda a disciplina de Jornalismo Comunitário e Cidadão, responsável pelo jornal, explica que as duas edições previstas para este semestre foram pensadas de maneira que não se transformassem em um conteúdo de jornalismo assistencialista. “A nossa meta foi fazer com que as matérias conseguissem reproduzir a complexidade das histórias de pessoas que vivem em locais periféricos”, comenta. 


O professor destaca que o jornal é fruto, principalmente, do trabalho coletivo e profissional feito pelos alunos. O atual projeto editorial da publicação teve início em 2004, quando o então Enfoque Campus, dedicado a notícias gerais da cidade de São Leopoldo, foi transformado em Enfoque Vila Brás. A partir daí, o objetivo era produzir jornalismo impresso voltado para regiões periféricas da cidade, dando voz aos moradores e luz às suas realizações e também aos problemas locais. De lá para cá, além da Vila Brás, o Enfoque circulou pelas comunidades da Santa Marta, Vicentina e Ocupação Justo. Desde o segundo semestre de 2020, o jornal está com seus olhos e ouvidos abertos para as histórias de moradores dos bairros Santos Dumont e Rio dos Sinos, na Região Nordeste de São Leopoldo.


O desafio do trabalho a distância


Apesar das dificuldades que um produto jornalístico feito de forma remota proporciona, para Rafael, a segunda edição do Enfoque na Região Nordeste de São Leopoldo teve belíssimas matérias. “Fazer de forma online esse tipo de jornalismo é desafiador, já que se perde esse contato pessoal com os moradores, além de se perder a observação do ambiente”, constata o professor. Mesmo assim, Rafael avalia que o jornal trouxe belos perfis jornalísticos, com histórias muito bonitas. “Há matérias, por exemplo, que explicam o que é uma ocupação, algo que possui muito desconhecimento e preconceito na sociedade. Tem também pautas sobre saúde mental, um problema muitas vezes dito como algo que só a elite sofre”, diz o professor.

Reciclagem foi um dos temas principais da primeira edição do Enfoque em 2021
(Foto: Cléber Martins, dirigida por Gabriel Muniz)


Aluna e uma das editoras da edição, Jordana Fioravanti sublinha que o trabalho online para a produção do jornal foi um momento de reinvenção. “Estávamos acostumados com outro padrão, com a experiência de ir à campo, olho no olho, muita percepção na hora de conduzir as entrevistas”, conta. Na opinião de Jordana, o contato humano fez falta na hora de iniciar a conversa com as fontes. “Por um lado, quebramos a barreira do ‘só estando lá para saber’”, entende a futura jornalista.


Para a produção do jornal, os alunos tiveram ajuda, por meio de encontros virtuais, de líderes comunitários, representantes do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) da Região Nordeste, e da Rede Solidária São Léo. Jordana acredita que essas conversas foram essenciais para a construção da edição. “Eles foram o nosso ‘meio-campo’ para grande parte das pautas desenvolvidas. Foram pessoas que nos ajudaram a conhecer um pouco da identidade da região, mesmo estando de fora”, comenta a estudante. 


A volta de Fotojornalismo


O Enfoque tem como tradição produzir as matérias in loco nos bairros abordados nas páginas do jornal. Além dos alunos de Jornalismo Comunitário e Cidadão, participam também a galera de Fotojornalismo. Infelizmente, no ano passado, a disciplina responsável pelas imagens da publicação não ocorreu. Diante disso, a solução encontrada foi usar fotos extraídas dos arquivos pessoais das fontes, a pedido dos alunos-repórteres. 


A boa notícia para 2021 é o retorno de Fotojornalismo à produção do Enfoque. Claro, também de forma remota. Conforme explica o professor da disciplina, Flávio Dutra, ter alunos pensando exclusivamente nas imagens traz um acréscimo positivo para o jornal: “Ela é importante, pois as matérias jornalísticas necessitam de boas imagens que ajudem a contar essas histórias”.

Enfoque abordou dificuldades do ensino remoto na Região Nordeste
(Foto: Aline Dias dos Santos, dirigida por Rafael Moreira)


Pela necessidade de produzir o jornal de forma online, Flávio conta que as fotos foram obtidas de duas maneiras: extraídas do arquivo pessoal das fontes e clicadas pelos próprios entrevistados, mas pensadas e orientadas pelos alunos. “As maiores dificuldades na realização dessa atividade foram a falta de contato pessoal com as fontes, além da transmissão das fotos para a redação”, comenta o professor. Para a reprodução em uma publicação impressa, as imagens precisam de uma ótima resolução gráfica. “Há uma dificuldade aí, já que, na maioria das vezes, os moradores realizam as fotos pelo celular. Apesar do grande desafio, os alunos trabalharam muito bem”, destaca Flávio. 


Leia a edição 2 impressa ou online


Exemplares impressos da segunda edição do Enfoque São Leopoldo: Região Nordeste estão sendo distribuídos pelo CRAS, que fica localizado na Rua Mauá, 2141, no bairro Santos Dumont. O jornal também está chegando aos moradores via WhatsApp. É possível ainda acessá-lo pela internet. Basta clicar aqui


Fique ligado! Os alunos-repórteres e alunos-fotógrafos já estão finalizando a terceira edição do jornal. Logo os exemplares estarão nas bancas, ou melhor, no CRAS, no celular e no computador. Não perca! 

Mais recentes