Por dentro

#desafio nuvem #educação midiática #Núcleo Universitário de Educação para as Mídias
Painel sobre educação para as mídias traz representante da Unesco para a Liberdade de Expressão e outros especialistas
"O evento será transmitido pelo canal do YouTube do Portal Mescla às 11 horas deste sábado "
Gabriel Ferri


O painel é intitulado “O papel da escola na educação para as mídias” e tem como objetivo lançar um projeto para promover o letramento midiático entre professores do ensino básico do Rio Grande do Sul. O debate se integra a um projeto mais amplo chamado Desafio Nuvem de Educação Midiática que se estende até novembro.  

Com a crescente produção e consumo de conteúdo digital, fica mais difícil distinguir o que são fatos a partir de notícias apuradas profissionalmente, do que são opiniões ou produção de notícias falsas. O papel da educação midiática é justamente dar ao leitor a capacidade e ferramentas para questionar a origem e a autoria do conteúdo, bem como ajudá-lo a interpretar a intenção e o contexto das produções. Para a Escola da Indústria Criativa e demais interessados, o Painel deste sábado pode ser uma oportunidade para os acadêmicos ouvirem e se apropriarem mais de um tema que ainda encontra pouco espaço para discussão, mas que é transversal a todas as áreas do conhecimento, pois se relaciona com a Liberdade de Expressão.

Segundo a coordenadora do curso de jornalismo da Unisinos Débora Gadret: “Discutir formas de combater a desinformação e propor iniciativas que ajudem a ampliar o conhecimento sobre o tema é fundamental para toda a sociedade. Além de afetar o debate público nas democracias contemporâneas, a desinformação tem impactado negativamente a Indústria Criativa, principalmente a cultura e o jornalismo. O Desafio Nuvem busca fomentar ações de formação no Ensino Básico, para que o letramento midiático possa combater, ao menos em parte, a circulação e a disseminação desses conteúdos.” 

Dentre os palestrantes estão Guilherme Canela, que é atualmente chefe da seção de Liberdade de Expressão da Unesco, agência especializada das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. Canela é bacharel em Relações Internacionais e mestre em Ciência Política pela Universidade de São Paulo e coordenou, por oito anos, a área de pesquisa de mídia e jornalismo da Agência de Notícias dos Direitos da Infância (ANDI). 

 Outra palestrante é a Clara Becker, formada em Comunicação Social e Letras, passou pelas revistas Piauí e Veja Brasília e, nos últimos anos, especializou- se em combate à desinformação atuando na Lupa, a primeira agência de fact checking brasileira. Clara é cofundadora do projeto Redes Cordiais, que é a primeira plataforma brasileira de educação midiática para influenciadores e redes sociais. 

Do Rio Grande do Sul, o convidado é Pedro Moreira, formado em Jornalismo, com MBA em Gestão e Novas Mídias. Está desde 2007 no Grupo RBS e atualmente é editor-chefe de GZH e coordenador do projeto Fluência em Notícias, que detalha processos jornalísticos de GZH. 

O Desafio Nuvem conta com apoio da Unisinos e da Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil. As atividades começaram no mês de abril e terminarão em novembro. Para os inscritos, haverá letramentos sobre a questão da educação midiática no qual resultará em um projeto para ser aplicado em sala de aula. Os 10 melhores projetos serão publicados em um e-book. Para acompanhar todas as notícias do Desafio Nuvem, acesse: medium.com/@nucleo_nuvem.  

Mais recentes