Por dentro

#eic #escoladaindústriacriativa #premiações #trabalhosuniversitários
O trabalho universitário rende nota e prêmios!
"O Mescla traz uma lista de premiações da Escola da Indústria Criativa para os alunos iniciarem o ano de olho nas competições "
Karolina Kraemer


Um dos principais objetivos da graduação é formar profissionais seguros de suas capacidades. Durante os anos de curso os estudantes são incentivados a descobrir e experimentar habilidades, e uma das formas de ter este desenvolvimento testado no mercado é participando de prêmios. A Escola da Indústria Criativa da Unisinos acumula produções acadêmicas reconhecidas por premiações dentro e fora da Universidade.  


“As premiações universitárias representam o reconhecimento da qualidade dos trabalhos produzidos em sala de aula. Elas não são o propósito destes trabalhos, mas ajudam a fazer a produção dos alunos circular para fora da comunidade universitária”, assinala a coordenadora do curso de Jornalismo de Porto Alegre, Débora Gadret. Para a professora, além de muitos cursos reconhecerem a participação em premiações como horas complementares (verifique a grade de horas do seu curso), elas contribuem para a construção do portfólio do aluno e o coloca em contato com profissionais da área.  


Visão compartilhada pelo coordenador do curso de Design de Produto, André Canal Marques, que já havia promovido a discussão sobre a importância da participação dos estudantes em premiações durante a comemoração dos 10 anos do tecnólogo. “É uma forma de valorizar e incentivar os jovens a iniciar sua carreira, muitas vezes com uma premiação e reconhecimento do mercado”, acrescenta. Anaís Bertoni, coordenadora de Publicidade e Propaganda, complementa esse pensamento ao apontar que a participação de alunos da graduação em premiações possibilita que o mercado mapeie novos talentos.   


“Ao reconhecer o trabalho desenvolvido pelo estudante, a premiação o motiva a sempre buscar o melhor resultado. Para as Instituições de ensino superior, os trabalhos de seus alunos inscritos em premiações podem identificar o resultado de práticas exitosas realizadas pelos professores em sala de aula, sendo motivo de orgulho de uma formação que intenta o reconhecimento profissional de alunos e egressos”, conclui Anaís.


Curta premiado 


Em 2020, o Mescla fez uma matéria sobre a presença de alunos e egressos do curso de Realização Audiovisual (CRAV) no 48º Festival de Cinema de Gramado. No texto foi apresentado o curta-metragem de animação ‘Sopa Noir’, uma comédia policial vegetal, onde o Detetive Berinjela investiga o assassinato de Chuchu. Naquela época, a seleção do filme para o evento foi descrita por Beatrice Petry Fontana, diretora e roteirista da obra, como o reconhecimento do esforço da equipe e a mostra de um bom encaminhamento profissional.  


Na premiação daquela edição do Festival, que ocorreu na noite de 27 de agosto, a equipe recebeu a notícia que, dentre os curtas gaúchos selecionados, eles levaram “Melhor Direção de Arte”. “Foi incrível! Não era algo que eu e meus colegas estávamos esperando. Estávamos tão contentes com a participação do curta na mostra gaúcha que até esquecemos da possibilidade de ganhar algo, mas sem dúvida ficamos muito felizes”, relembra Alice Sperb, diretora de arte da produção ao lado de Thiago Dorsch.

A direção de arte do curta ‘Sopa Noir’ foi premiada no 48º Festival de Cinema de Gramado  
(Bastidores da produção/Beatrice Petry Fontana) 

Egressa do CRAV desde 2020, Alice, conta que enquanto o curta ainda estava sendo realizado sua inscrição em premiações já era uma possibilidade considerada, afinal, o curso de Realização Audiovisual da Unisinos já tem a tradição de incentivar que os curtas dos alunos participem de festivais. Para a ex-craviana apenas ter sido selecionada já havia sido uma ótima oportunidade para mostrar o trabalho da equipe, principalmente se tratando do início de muitas trajetórias na área. 


Alice já havia participado de outras premiações, inclusive ainda no 48º Festival de Cinema de Gramado com o filme Rufus (2020), do qual foi coprodutora, ela enxerga essas participações como a abertura de um leque de oportunidades, profissionais, acadêmicas e pessoais “É algo que ajuda como uma validação pessoal, um incentivo de que se está trilhando o caminho certo”, totaliza.  


Reveja a presença dos alunos da EIC em premiações 


A seguir você pode acessar uma pequena curadoria de outras produções do Portal Mescla nos últimos anos que narram a presença de alunos da Escola da Indústria Criativa em premiações da área. Confira: 


Alunos da Unisinos marcam presença no Festival de Cinema de Gramado 


Um filme que trabalha a comunicação entre gerações e um terror alegórico sobre uma entidade que ninguém mais vê. Essas foram as produções realizadas por alunos da Unisinos que concorreram no Festival de Cinema de Gramado de 2019. ‘É assim que você parece‘ (2018) e ‘Who’s that man inside my house‘ (Quem é esse homem dentro da minha casa) (2019), respectivamente, estavam entre os 20 curtas-metragens gaúchos selecionados para aquela edição do Festival.  

As produções contam enredos com temáticas distintas e refletem a vontade de seus idealizadores de contarem uma história. “É muito legal ver curtas universitários competindo com cineastas experientes dentro dessa mostra”, comentou Daniela Mazzilli, coordenadora de conteúdo do 47º Festival de Cinema de Gramado. Veja no Mescla o “Por Trás das Câmeras” das produções e conheça seus realizadores. 


Alunas de Jornalismo da Unisinos recebem prêmio por reportagem investigativa 


80% dos  crimes virtuais investigados no RS estão ligados à pedofilia“. Tire um momento para assimilar essa informação. 


[pausa para respiração] 


Esse é o título da matéria produzida por Caroline Tentardini e Luana Rosales, da turma de Jornalismo Investigativo de 2019/1. A reportagem foi premiada na categoria Reportagem Universitária do Prêmio Jornalismo Ministério Público do Rio Grande do Sul. A produção trouxe para o público uma abordagem que, como contou Caroline, nenhum outro meio de comunicação havia realizado, inclusive sendo republicada em outros sites.  


“É um sentimento muito bom de reconhecimento do nosso trabalho, de saber que estamos fazendo algo de qualidade e relevante. Ter esse aval de pessoas que entendem de jornalismo e desse tema jurídico representa um reconhecimento sincero de que a matéria está bacana”, revelou Luana. Veja no Mescla mais detalhes sobre a matéria das estudantes e como se deu seu processo de produção. 


Curso de Design da Unisinos marca presença no Prêmio Bornancini de Design 


Em 2020, 4 projetos do curso de Design da Unisinos foram reconhecidos pelo Prêmio Bornancini de Design. Trabalhando com diferentes ideias que iam do uso do design na construção de novas concepções de ambientes em hospitais e na Agência Sicredi Unisinos de São Leopoldo, até a conscientização sobre doações de órgãos e confecção de uma embalagem de brinquedo mais integrada na brincadeira, as propostas entregaram um conceito de design consciente e sustentável, onde algo muito além do físico é pensado.  


Os trabalhos concorreram em diferentes categorias do Prêmio e refletiram os ideais de seus realizadores durante a produção. Julia Accorsi, cujo TCC “Redução do medo da morte através do design: um estudo para o bem-estar de acompanhantes de pacientes terminais” ganhou primeiro lugar na categoria Design Estratégico (estudante) contou: “Tive muita sensibilidade e dedicação neste trabalho e o prêmio foi meio que um bônus”. Veja no Mescla a história por trás desse e dos outros projetos concorrentes.  


Prêmio Unicos 2018: uma noite de diversidade 


A experiência de participar de uma premiação vai além de ter trabalhos reconhecidos, é também vivenciar a estrutura e a dinâmica planejada para um evento único – perdão pelo trocadilho. Em 30 de outubro de 2018 aconteceu o último (até então) Prêmio Unicos Unisinos, com mais de 300 estudantes presentes. Uma noite marcada por performances talentosas e o reforço à diversidade.   


A última apresentação do evento foi feita pela Drag Queen Biscuit. “Acho que o poder da arte, tanto drag quanto de outra forma, é muito forte e capaz de mudar o mundo aos poucos. Eu agradeço ao Prêmio Unicos por permitir que eu levasse a minha arte para as pessoas e poder sentir a animação do público vibrando junto comigo”, contou a artista ao Portal. Veja no Mescla mais detalhes sobre as apresentações do evento – enquanto esperamos poder viver isso novamente em breve.  


Para se manter ligado! 


A seguir você pode conferir uma lista com algumas premiações que podem interessar aos estudantes da Escola da Indústria Criativa. Nem todas tiveram seu calendário para o ano de 2022 divulgado, mas podem ser um bom ponto de partida para conhecer novas oportunidades.


* Caso você conheça alguma premiação e acha que ela deveria ser incluída nessa lista, por favor, nos mande um email ou direct no instagram (@portalmescla) com a #premiaçõesEIC. Queremos que essa lista se torne cada vez maior e que os trabalhos que produzimos ganhem cada vez mais visibilidade!  

Mais recentes