Por dentro

#o que um RP faz #Podcast #profissões Relações Públicas #relações públicas
Podcast Pluralidades RP traz novos horizontes para profissionais de Relações Públicas
"Dez profissionais em posição de destaque no mercado dividiram suas histórias em episódios que vão de 15 a 30 minutos"
Vitória Pimentel

Expandindo as possibilidades de atuação na área de Relações Públicas, o podcast Pluralidades RP lançou seu último episódio na segunda-feira, 29 de novembro. O entrevistado da vez foi o egresso Christian Mendes, consultor de negócios pessoais e liderança de pensamento. O programa, lançado semanalmente no Spotify, entrevistou dez profissionais egressos da Unisinos que trabalham em diferentes posições de destaque na comunicação. 

Roteirizado e apresentado pelos estudantes de Relações Públicas Gabriel Domingues e Vitória Arruda, o projeto foi produzido pela Agência Experimental de Comunicação (Agexcom) da Unisinos e editado por  Ericks de Magalhães Pinto. Para Vitória, a produção do podcast serve de inspiração aos estudantes e interessados no curso: “Às vezes, quando estamos na faculdade, a gente fica pensando em uma área só. Mas, na verdade, RP pode trabalhar com eventos, com setor financeiro, com terceiro setor e várias outras áreas”, conta. 

A publicação dos episódios foi feita próxima a datas simbólicas para os profissionais de Relações Públicas. O primeiro, com Thaís Almeida, foi divulgado em 27 de setembro, na sequência ao Dia Interamericano de Relações Públicas. O último foi publicado um pouco antes do Dia Nacional de Relações Públicas, data comemorada em 2 de dezembro.

Entre os segmentos abordados no podcast, os ouvintes podem conferir a história de Mariana Paim, RP que saiu do Rio Grande do Sul para trabalhar em uma empresa do agronegócio em Goiás. Para Cristiane, este é um dos relatos mais marcantes: “Ela conta que chegou em uma empresa que não trabalhava com comunicação. Ela teve que começar do zero, mas a maior dificuldade dela não foi a comunicação no agronegócio, foi ser uma mulher no agronegócio”. 



Novos públicos são atingidos com o uso do formato sonoro. “A gente já tentou fazer várias coisas nas redes sociais e o resultado de engajamento e alcance não foram os esperados. O podcast é um formato que, ao meu ver, tem crescido bastante ultimamente, têm o seu diferencial”, explica Gabriel. E ele tem razão: um estudo realizado pela Globo em parceria com o Ibope mostra que 57% dos entrevistados começaram a ouvir programas em áudio digital durante a pandemia. O Brasil ocupa o quinto lugar no ranking de países que tiveram crescimento acelerado de podcasts.

Para Cristiane, o podcast serviu como um espaço de formação: “Foi um aprendizado para nós, que estávamos produzindo, e também para quem começou a escutar”, afirma. E o projeto não para por aqui: o Pluralidades já tem segunda edição confirmada. Egressos do curso de Relações Públicas que tenham interesse em contar a sua história ou dar dicas para a próxima edição podem entrar em contato pelo Instagram do curso de RP.

Mais recentes