Por dentro

#entretenimento #bbb #industria criativa #jornalismo
“É possível fazer um jornalismo de qualidade, inclusive no BBB”
"É o que defende o jornalista Mauricio Stycer, especializado em TV. Ele é o convidado da Aula Inaugural do Curso de Jornalismo da Unisinos"
Tynan Barcelos


Em sua 21ª edição, o Big Brother Brasil, produzido pela TV Globo, já está consolidado como um dos maiores sucessos do entretenimento televisivo brasileiro. Talvez por causa da pandemia de covid-19, as duas últimas edições do reality (uma exibida em 2020 e a outra atualmente no ar) bateram recordes quando o assunto é audiência, além de movimentarem as timelines das redes sociais com discussões que vão de política a questões sociais.


Para discutir tópicos que envolvem os dois campos, o curso de Jornalismo da Unisinos promoverá, no dia 8/4, Aula Inaugural com o jornalista Mauricio Stycer, que dedica seu trabalho a informar e comentar sobre assuntos ligados à TV. Com o tema “Jornalismo e BBB: como informar e fazer crítica de mídia no entretenimento”, o evento será transmitido ao vivo pelo canal no Youtube do Portal Mescla, a partir das 19h30min.


Mauricio Stycer tem formação em Economia (UFRJ) e Comunicação (PUC-RJ). Trabalhou em veículos impressos de prestígio, como Jornal do Brasil e Estadão. Desde janeiro de 2010, atua como repórter e crítico do portal UOL. É também colunista do jornal Folha de S.Paulo desde junho de 2012. Stycer é autor dos livros Adeus, controle remoto(Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e prática do jornalismo esportivo” (Alameda, 2009) e “O dia em que me tornei botafoguense” (Panda Books, 2011).


Ao Portal Mescla, Stycer adiantou um pouco sobre o que vai apresentar na Aula Inaugural da próxima quinta-feira. Entre os assuntos, o importante papel do jornalismo na cobertura e análise do Big Brother Brasil. Para ele, três elementos se sobressaem no produto BBB: “Os aspectos principais, na minha visão: as escolhas da edição, a interação do apresentador com os participantes e as decisões do diretor”, avalia o jornalista, que acredita nas possibilidades de se fazer jornalismo de qualidade no entretenimento: “Acho que é possível fazer um trabalho bem feito sobre qualquer assunto dessa área, incluindo o BBB”.


Em uma tentativa de descobrir para quem Stycer está torcendo no BBB 21, o Mescla ouviu como resposta uma dica de como acompanhar o reality: “Não torço para nenhum participante, nunca. Meu mantra é: ‘o segredo para curtir o BBB em paz é não torcer para ninguém e odiar todos’. Não arrisco dizer quem irá vencer”, observa o jornalista.

Mais recentes