Por dentro

#Calourada #DCE Unisinos #evento #palestras
Ainda de forma remota, Calourada recebe os alunos em 2021
"É a segunda edição seguida que o tradicional evento de recepção aos estudantes é realizado apenas em ambiente virtual. Desta vez, as discussões das palestras vão girar em torno da sociedade pós-pandemia"
Bruna Lago


Sempre que um ano novo começa, inicia também, por parte dos alunos da Unisinos, a contagem regressiva para a chegada de mais uma Calourada. Organizado pelo DCE (Diretório Central de Estudantes), o evento promove debates sobre assuntos do momento com convidados especiais e reúne a galera para curtir uma apresentação musical. Em 2021, infelizmente, a presença do covid-19 vai alterar um pouco a programação, prevista para ocorrer entre os dias 5 e 10 de abril. 


O tão aguardado show não vai ocorrer. Para suprir a falta da confraternização, o DCE preparou uma agenda cheia de atrações para todos os gostos. Além disso, qualquer estudante que quiser apresentar suas habilidades artísticas pode contribuir na live que o Diretório está preparando para transmitir no sábado (10), via Instagram.


Esse é o segundo ano que a Calourada ocorre no modelo remoto. Valentina Tisian, secretária geral do DCE, lembra que, em 2020, o evento foi adiado em alguns meses. “Ocorreu em agosto, por conta dos atrasos no calendário da universidade devido ao novo coronavírus. Mas, nesse ano, conseguimos programar tudo na época certa”, conta a estudante de Biologia. “Graças ao acesso à plataforma Teams que a Unisinos disponibiliza e com apoio do Setor de Eventos, conseguimos deixar tudo pronto. Além de palestrantes inéditos, teremos convidados que estão retornando para atualizar os estudos que foram apresentados no evento passado, quando abordamos a pandemia”, explica Valentina.


Covid-19 ainda em pauta


Um ano após o início da pandemia, todos querem saber o que vai acontecer depois, quais as consequências que o novo coronavírus deixará na sociedade. Quem poderá ajudar nessa discussão é o jornalista Gilberto Maringoni, professor de Relações Internacionais da Universidade Federal do ABC. Ele é um dos convidados que participarão dos debates desta edição da Calourada. Maringoni vai falar no dia 6 de abril dentro do tema “Brasil pós-pandemia: o papel da imprensa e dos movimentos populares”. Junto com ele estará Fernando Fontoura, ex-diretor da Ubes (União Brasileira de Estudantes Secundaristas) e atual diretor da Ação Libertadora Estudantil (ALE).


“É a primeira vez que vou participar da Calourada da Unisinos como palestrante. Mas tenho uma vasta história com o movimento estudantil, em que coloco em pauta sempre a defesa dos estudantes e da educação”, salienta Fernando, que aguarda ansioso pelos debates. “Acho que vai ser uma conversa rica, democrática e plural, evidenciando a luta pela educação para que possamos nos reinventar e superar a crise sanitária que enfrentamos”, comenta. 

Sempre presente na luta pela educação, Fernando contribui também com as discussões (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)


Engajamento


Além de proporcionar um acolhimento aos estudantes, principalmente àqueles que estão iniciando a jornada universitária, um dos objetivos da Calourada é engajar o aluno a participar de debates relevantes. É por isso que o DCE convoca os alunos a se envolverem nas atividades realizando perguntas e comentários.


“A comunicação é fundamental em todos os períodos e sua importância fica em extrema evidência no auge de uma crise sanitária. Vivemos a era da pós-verdade, das fakenews”, avalia Fernando, que incentiva a participação ativa dos estudantes na Calourada. “Uma era em que os fatos concretos perdem valor, é tarefa da sociedade, e também da academia, combater esse mal que é a desinformação propositiva. Falar de informação e comunicação hoje, no aspecto pandêmico, é salvar vidas e consciências.”


Programação

Todas as palestras dispõem de certificado para os participantes. A programação completa da Calourada 2021 você pode conferir aqui:


05/04 – 18h às 20h

Direito, Crise e Pandemia 

Com Juliana Paula Magalhães


06/04 – 18h às 20h

O Brasil pós-pandemia: o papel da imprensa e dos movimentos populares 

Com Gilberto Maringoni e Fernando Fontoura


07/04 – 18h às 20h 

A economia brasileira e o mundo pós-pandemia: o posto de Paulo Guedes, o caso GameStop, a relação com a China e outros desafios da atualidade

Com Melissa Cambuhy e Marcos Lélis


08/04 – 18h às 20h

Histórico de atleta, “tratamento precoce” contra covid-19, vacinas e o SUS no pós-pandemia: um retrato da saúde brasileira

Com Melanie Fontes-Dutra, José Leandro de Oliveira e Marcelo Bitelo


09/04 – 17h às 18h

O agro é mesmo pop? Relações ser humano-natureza na modernidade 

Com Lucas Santos Mota


09/04 – 18h às 20h

A indústria e a arquitetura pós-pandêmicas 

Com Gabriel Milan e Victória Rechden


10/04 – Horário a ser confirmado pelas redes sociais do DCE

Live

Mais recentes