Por dentro

#comunicação #design #industria criativa #publicidade e propaganda #relações públicas
Indústria Criativa e Hospital Montenegro juntos
"Professores e alunos da Unisinos realizam projeto de comunicação para os 90 anos do Hospital Montenegro"
Tynan Barcelos


Matéria atualizada em 15/12/2020 as 16:26


Como forma de celebrar uma história quase centenária, o Hospital Montenegro, localizado em Montenegro – RS, recebeu, durante o ano de 2020, auxílio dos estudantes da Escola da Indústria Criativa da Unisinos – Campus São Leopoldo, para construir novos processos comunicacionais para a instituição com o objetivo de aperfeiçoar a imagem do hospital.


Professores e alunos dos cursos de Design, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas, juntamente com a instituição, trabalharam para ampliar os valores do hospital, tanto de forma interna, quanto externa. O projeto envolveu estudantes das diferentes disciplinas acadêmicas, ministrados pelos professores Guilherme Caon, Letícia da Rosa, Polianne Espindola e Taís Flores da Motta. Cada disciplina ficou responsável por realizar um processo detalhado de pesquisa sobre tudo que envolvia a entidade.


Tudo começou ainda no primeiro semestre de 2020, através de uma atividade do curso de PP realizada na disciplina de Comunicação Urbana, ministrada pelo professor Guilherme Caon. Após o sucesso da iniciativa, a parceria entre o hospital e a Unisinos, conduzida, principalmente, pela professora e coordenadora do curso de Publicidade e Propaganda, Anaís Bertoni, foi firmada.


A disciplina de Escrita Criativa, composta por alunos de Relações Públicas, comandados pela  professora Polianne Espindola, teve como foco trazer para o papel  os 90 anos de história do hospital e tudo que o torna especial e significativo para a sociedade de Montenegro.


Este trabalho teve como resultado a revista Jornada, que contou com a participação de funcionários, pacientes e colaboradores. As matérias escritas pelos estudantes ganharam a colaboração de integrantes da Agência Experimental de Comunicação da Unisinos (AGEXCOM), em especial o jornalista e diagramador Marcelo Garcia.


Para Maurivan dos Santos Giehl, aluno do 2° semestre de Relações Públicas, foi a primeira experiência em um projeto com um cliente ‘real’. Como explica Maurivan, o principal aprendizado que ele obteve com o projeto, foi ver a importância de um bom planejamento para o desenvolvimento geral do projeto.


Já para a Camila Alessandra da Silva Silveira, a experiência foi em dose dupla. Além de ser aluna do 3° semestre de Relações Públicas na Unisinos, ela também é estagiária, há cinco meses, no próprio Hospital Montenegro. Apesar de nunca ter cogitado atuar na área da saúde. Camila diz que uma frase, lá no início da graduação, dita pela professora Taís Flores da Motta, mudou sua trajetória profissional e acadêmica. A frase era: construam relacionamentos.


E foi nesta construção de relacionamentos que Camila teve a chance de estagiar no Hospital Montenegro: “Fui surpreendida pela oportunidade de estagiar no hospital, principalmente, pelo fato de estarmos em meio de uma pandemia mundial”, explica. A experiência do estágio, junto com o projeto de comunicação, serviu como um aprendizado, tanto sobre o dia a dia da instituição, quanto da sua história: “Eu não sabia da importância que o Hospital Montenegro tinha para a região, mesmo sendo moradora da cidade”, revela Camila.


Camila ainda comentou sobre a responsabilidade de fornecer as informações necessárias para os estudantes da Indústria Criativa, também seus colegas de disciplina: “Me chamavam em todos os locais possíveis em busca de informação. Pude sentir na pele os dois lados, no caso, trabalhar para um cliente e, ao mesmo tempo, ser o cliente.”

Mesmo sem nunca ter cogitado atuar na área da saúde, Camila trabalha há cinco meses no Hospital Montenegro (Foto: Arquivo Pessoal)
Mais recentes