Por dentro

#cursodeexcelência #notamáximadomec #relaçõespublicas
Curso de Relações Públicas da Unisinos recebe nota máxima pelo MEC
“Conceito 5 foi conquistado após dois anos de análise pelo Ministério da Educação”
Josi Skieresinski


“Obter o conceito 5, o máximo da avaliação, reforça a qualidade do nosso curso”, comenta Taís Flores da Motta, coordenadora do curso de Relações Públicas da Unisinos. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ligado ao Ministério da Educação (MEC), visitou o campus São Leopoldo, entre os dias 5 e 6 de março, para realizar a avaliação in loco das instalações do curso. E gostaram muito do que viram e conheceram. A graduação em Relações Públicas foi conceituado com excelência, atingindo a nota 5, que é a máxima. Segundo a coordenadora, a avaliação do MEC garante a renovação da licença para a oferta do curso.

O processo de avaliação é demorado. Taís relata que foram dois anos para obter esse resultado. Entre os movimentos feitos pela Universidade, o preenchimento de um longo formulário está entre eles. Nele, consta todas as informações do curso, da infraestrutura do campus e ementas. Após esse procedimento, o Inep faz a averiguação dos dados fornecidos visitando a universidade. O instituto realiza também uma escuta com professores e alunos. 

Para o aluno Vitor Kochhann, é de extrema importância que o curso tenha a nota máxima para se manter vivo. “RP normalmente é o menor curso de Comunicação Social. E, para um curso que tem 88 alunos matriculados, mesmo que não seja grande, mostra que a qualidade não diminui”, avalia. Tais concorda: “Esse resultado é a segurança para o aluno de que a Instituição foi avaliada e é orientada dentro dos padrões de qualidade indicados para excelência no ensino superior”.

Junto com o colega Vitor, Bianca Nunes também foi consultada pelos avaliadores do Inep. Ela destaca que os professores tiveram uma avaliação bem rígida. “Para os alunos, é importante ter essa avaliação no currículo, para mostrar que tivemos uma qualidade de ensino boa. Então, é importante saber que, em um contexto geral, o MEC avalia nosso curso com a nota máxima”, expõe. 

E o que muda para o curso daqui pra frente?

“Na prática, seguimos fazendo o nosso trabalho como sempre fizemos. Com foco no aluno e compromisso de entregar qualidade no desenvolvimento das competências necessárias aos futuros profissionais de RP”, sublinha a coordenadora Taís. 

De acordo com o MEC, o Conceito Preliminar de Curso (CPC) vai de 1 a 5. Relações Públicas recebeu a nota máxima, e está classificado como curso de excelência. Mas, o que significam as outras classificações? Os cursos que receberam notas 1 e 2 são avaliados como insatisfatórios. Acima de 3, são considerados de qualidade.

Mais recentes