Por dentro

#coronavírus #formatura #indústria criativa #produção fonográfica #publicidade e propaganda #unisinos
Combate ao coronavírus altera programação da Escola da Indústria Criativa
“Cancelamento de eventos e mudança na dinâmica das formaturas previstas para este final de semana são algumas das medidas tomadas pela Unisinos ”
Lisandra Steffen


Atualização em: 16/03

Na semana em que a Organização Mundial de Saúde (OMS) declara pandemia de coronavírus (Covid-19), a Unisinos cumpre uma das primeiras providências solicitadas pelos Planos de Contenção à doença. Dentre as orientações divulgadas, a principal é evitar aglomerações. Além da atenção aos planos de contingenciamento do vírus lançados pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria Estadual da Saúde, a universidade trabalha com o Comitê de Monitoramento e Assessoramento, formado por representantes de diversas áreas da instituição de ensino. O Comitê tem como objetivo pensar em ações e procedimentos para tentar diminuir as possibilidades de contágio.


Dessa forma, a XVIII Semana da Imagem na Comunicação, que ocorreria entre 16 e 19 de março no Auditório Central do campus São Leopoldo, foi adiada e a nova data será informada em breve. O Encontro de Abertura do Semestre Letivo, com a tradicional fala do reitor da Unisinos, padre Marcelo de Aquino, e o café da manhã para mais de 500 funcionários e professores, agendado para sábado, 21 de março, teve que ser cancelado, sendo substituído por uma transmissão via internet. A decisão foi divulgada em comunicado interno do reitor: “Nossas decisões, ainda que possam gerar compreensível frustração, fazem-se necessárias no momento que estamos vivendo e estão alinhadas com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e dos órgãos de saúde brasileiros.”


Neste sentido, o I Simpósio Brasileiro de Trabalho Digital – o DigiLabour, organizado pelo PPG em Comunicação, que seria realizado nos dias 15 e 16 de abril, foi adiado para o segundo semestre. O mesmo ocorreu com o IV Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais, que estava programado para ocorrer de 4 a 7 de maio, foi transferido para outubro. 


A última grande mudança divulgada pela Unisinos foi em relação às formaturas programadas para o mês de março. Como é um momento de grande concentração de familiares e convidados dos formandos, a universidade interveio propondo mudanças às comissões. No caso da formatura de Publicidade e Propaganda e Produção Fonográfica, que ocorrerá neste sábado, foram feitas sugestões, incluindo o adiamento da formatura – para os que temem o risco de possível contágio – ou redução de convidados no Anfiteatro Padre Werner. A universidade segue se reunindo com as comissões de formatura para chegar a uma conclusão satisfatória para os diferentes casos. Mesmo importante, e cumprindo protocolos estaduais e nacionais, a mudança gerou enorme tristeza nos formandos da Escola da Indústria Criativa. Um misto de frustração com resignação perante um problema que tem enorme risco para saúde humana no mundo todo e que certamente irá se repetir em outras universidades e outros eventos nos próximos meses.

Mais recentes