Por dentro

#adoçãoanimal #criatividade #design #designunisinospoa #workshop
Design, inovação e 101 Vira Latas
“Workshop realizado na Unisinos Porto Alegre trouxe um novo olhar para associação que abriga e cuida de animais abandonados”
Guilherme Machado


Na última semana, ocorreu mais uma edição do Workshop de Design, atividade que reúne alunos da disciplina de Ateliê de Projeto, integrante do segundo, quarto e sexto semestre do curso de Design. A ideia é que clientes reais tragam problemas ou desafios que possam ser solucionados pelos estudantes ao longo de uma semana. Em São Leopoldo, o Clube Esportivo Aimoré foi o cliente da vez. Já em Porto Alegre, quem recebeu uma mãozinha — ou seria uma patinha? — foi a 101 Viralatas. 

Muito mais que 101

A 101 Viralatas é uma organização não-governamental (ONG) constituída há nove anos por Aline Orestes Vieira. Mas a associação, voltada para o acolhimento de animais, já existe há 12 anos. Hoje, abriga em torno de 300 bichinhos, entre cães e gatos, que foram resgatados de situação de risco ou abandono. O trabalho vai além de dar muito amor e carinho aos animais. A ONG administra uma página no Facebook, que registra mais de 230 mil seguidores, uma loja virtual e organiza eventos, cujo rendimento é revertido para o abrigo. 

Alunos em ação 

Alunos do Design desenvolvendo seus trabalhos para a 101 Viralatas (Foto: Guilherme Machado)

Setenta alunos, divididos em dez equipes, puderam trocar experiências com colegas em diferentes fases do curso de Design. “Formamos grupos bem mistos, para quem já tem experiência poder se desenvolver mais, e quem tem menos experiência poder exercitar o que já sabe e aprender com os colegas”, contou a designer Liana Chiapinotto, ministrante do workshop. 

Matheus Machado, aluno do segundo semestre, participou pela primeira vez do Workshop de Design. Ele conta que seu grupo buscou dar uma nova identidade visual à 101 Viralatas para aumentar as vendas da loja virtual sem precisar de um apelo emocional. “A causa é boa, mas talvez o produto não seja. Então, o que a gente tentou fazer foi reverter esse quadro”, explicou. O futuro designer considera fundamental para o grupo conseguir ter clareza e discutir ideias, afinal, os debates que rolam ao longo do workshop são parte do processo criativo. Em condição diferente estava Gabriel Araujo. Essa foi sua última participação na atividade, já que está na reta final do curso. “Foi uma experiência diferente, porque eu pude repassar muitas coisas que eu não sabia quando entrei na faculdade e também aprender com quem está começando”, revelou.  

O CrandGree foi uma de tantas ideias criadas pelos alunos. Trata-se de um certificado de adoção, que registra a história do animal e traz informações como idade, características e nome. “Crand” é uma abreviação de “cão de raça não definida”. “A gente tentou tirar esse peso da adoção, além do estigma de que os cães são debilitados. Enfatizamos mais o lado positivo e alegre da adoção, porque, muitas vezes, o cachorro traz um brilho para a nossa vida”, conta a estudante Pietra Piva. 

Confira algumas fotos: 

Usando os moldes da Dobra, alunos desenvolveram uma carteira com estampa alusiva à ONG. (Foto: Guilherme Machado)
O grupo desenvolveu muitos protótipos. (Foto: Guilherme Machado)
Post-its ajudaram os futuros designers a ter diversos insights. (Foto: Guilherme Machado) 
Além do certificado CrandGree, o novo dono receberia uma história em quadrinhos sobre o animal que adotou, que poderia ser personalizada. (Foto: Guilherme Machado)


Mais recentes