Feira do Livro de 2018 conta histórias de 2013 - Portal da Indústria Criativa


Feira do Livro de 2018 conta histórias de 2013

Escritor Alexandre Haubrich comenta obra autoral “Nada será como antes”

Postado em: 13/11/2018
Por: Natan Cauduro
Alexandre Haubrich autografando o livro  “Nada será como antes” / Foto: Libretos

O ano de 2013 foi marcado por grandes e fortes manifestações sociais e políticas no Brasil. Precursoras do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, o principal motivo para protestar, à época, consistia no aumento das passagens de ônibus. As grandes passeatas tiveram origem em São Paulo, mas rapidamente espalharam-se pelo país, alcançando a capital do Rio Grande do Sul. Em Porto Alegre, as movimentações foram objeto de análise do jornalista Alexandre Haubrich, culminando no livro “Nada será como antes”

O evento Precisamos falar sobre 2013 ocorreu na biblioteca do Clube do Comércio durante a 64ª Feira do Livro de Porto Alegre. Foi apresentado por Haubrich, pelo historiador Matheus Gomes e pelo editor da Editora Libretos, Rafael Guimaraens. O painel abordou aspectos políticos e históricos dos fenômenos ocorridos em 2013. Gratuito, era permitido ao público fazer perguntas.

Descrito pelo próprio autor como sendo uma reportagem minuciosa, “o livro é uma composição de olhares”. Segundo Alexandre, existia, e ainda existe, uma tentativa de barrar a reflexão e o pensamento crítico, por isso a obra “nasce com a ideia de ser uma pedra a mais nessa vidraça”, comentou.

 

Manifestação de junho de 2013, em Porto Alegre / Foto: Jornal do Comércio

O livro é um convite à reflexão, segundo o historiador Matheus Gomes, responsável pela escrita do prefácio da obra. Para ele, o ano de 2013 é um marco da política brasileira, e o trabalho de Alexandre traz uma nova perspectiva para a compreensão geral dos protestos, com foco nos acontecimentos em Porto Alegre.

Historiador Matheus Gomes / Foto: Libretos
Redes Sociais