Evento ensina matemática usando diversão - Portal da Indústria Criativa


Evento ensina matemática usando diversão

Estudantes de graduação organizam dia de atividades com jovens e crianças

Postado em: 01/11/2018
Por: Gabriela Stahler

Jogos como Sudoku, Twister e Liga Quatro têm a função de entreter, mas também melhorar o raciocínio lógico e matemático. Eles são o destaque do Festival da Matemática RS, promovido pelo curso de Matemática da Unisinos. A edição de 2018 ocorreu no dia 31 de outubro, durante manhã e tarde, no Saguão da Biblioteca da Unisinos campus São Leopoldo. O evento reuniu estudantes de Ensino Fundamental e Médio de cidades como São Leopoldo, Campo Bom, Novo Hamburgo, Ivoti, Picada Café, Estância Velha, Canoas e Esteio.  

A professora da Licenciatura em Matemática e membro da organização do evento Rosane Wolff conta que as atividades foram elaboradas pelos alunos do curso. As horas de prática, que são previstas no currículo, são usadas na realização do festival. “A proposta é desmistificar a matemática, que para muitas pessoas é só as quatro operações aritméticas. Matemática não é isso, trata de forma de pensar e existem jogos que propiciam isso”, observou.  

Jogos para aprender em conjunto 

As atividades promoveram a competição entre as crianças para desenvolver o raciocínio lógico. A estudante de Matemática do terceiro semestre Mariane Renner ficou responsável por um jogo com formas geométricas. “São seis tabuleiros, três de cada lado, e o primeiro jogador que conseguir completar os três com as formas disponíveis ganha o jogo, sem um tempo pré estipulado”, explicou Mariane. 

Os jogos com dados também foram usados no evento. O estudante de Matemática Guilherme Guerra orientou um jogo de tabuleiro em que os competidores podiam somar os números do dado, subtrair, multiplicar ou dividir para ter mais chances de avançar. “Quando eles caem numa casa amarela, podem tirar uma carta da mesma cor, que é uma coisa boa. Quando estão em uma casa vermelha, tiram uma carta vermelha, que é uma coisa ruim”, contou Guilherme. Ganha o primeiro jogador que chegar ao final da trilha. 

Formas geométricas foram destaque entre as atividades. / Foto: Lucas Alves

Curiosidades sobre os números 

A história da matemática também esteve presente no festival. A professora Rosane diz que cada grupo de alunos do curso fez um banner, explicando sobre a origem da matemática em alguma parte do mundo. A estudante de Matemática Ediane Meier, por exemplo, estava participando de uma apresentação da história da matemática chinesa, hindu e arábica. 

Ela conta que, no início, não se usava o sistema posicional para os números. “Vinte e três, antigamente, não era escrito ‘vinte mais três’, era ‘duas vezes o dez mais o três’. Na índia, por exemplo, eles não tinham símbolos para os números, escreviam por extenso o nome deles. Depois, na Arábia, foram criados símbolos que originaram os que usamos hoje”, explicou. Ediane diz que esse é o motivo do nome do sistema de números que usamos atualmente se chamar Hindu-arábico. 

O Festival da Matemática RS ocorre uma vez por ano e é voltado para as escolas e jovens da comunidade do Vale do Sinos, com inscrição prévia. Outro projeto para esse público na universidade é o Programa Educação e Ação Social (Educas). No projeto, Pedagogia, Psicologia e demais licenciaturas prestam atendimento gratuito às crianças e jovens, para qualificar os processos de aprendizagem. 

Redes Sociais