Música com espaço e local para acontecer - Portal da Indústria Criativa


Música com espaço e local para acontecer

Estúdio inaugurado no Labtics possibilita ensaio de alunos de Produção Fonográfica

Postado em: 16/04/2018
Por: Kellen Guaragni Dalbosco

As tardes de terça-feira ganharam uma trilha sonora diferente no Laboratório de Pesquisa Avançada em Comunicação e Informação (Labtics). Quem passa pelo prédio, no campus Unisinos São Leopoldo, consegue ouvir os acordes da Yellow Boulevard, uma banda formada por alunos do curso de Produção Fonográfica da Universidade. Com Pedro Nascente nos vocais, Matheus Cardoso e Felipe Saul nas guitarras, Gustavo Corrêa no teclado, Francisco Farias no baixo elétrico e Eduardo Gaspary na bateria, a banda só pode começar os ensaios a partir do horário de abertura novo estúdio.  

A oportunidade é comemorada pelo coordenador do curso, Frank Jorge. “A gente vinha há um bom tempo com essa carência de ter uma sala de ensaios. Precisávamos de estrutura de estúdio ou de gravação e utilizávamos espaços de parceiros e fornecedores do serviço”, conta o professor e dono de uma longa experiência no mercado da música, onde passou por bandas lendárias do rock gaúcho, como Cascavelletes e Graforréia Xilarmônica.  

Frank Jorge explica que a experiência de conhecer estúdios profissionais e trabalhar o enriquecimento das relações humanas ao sair da instituição de ensino era importante, mas o fato de não ter uma sala específica dentro da Unisinos dificultava os trabalhos. A abertura do espaço é resultado de uma parceria entre o Labtics e os próprios alunos. “Eles deram os primeiros passos para a realizar esse desejo do curso”, comenta Frank Jorge.  

A participação do professor, coordenador, músico e amigo não para na burocracia, afinal, é por meio dele que os horários para ensaio são reservados. Frank Jorge ajuda também trazendo equipamentos, incentivando os alunos e acreditando no trabalho deles. Para ele, vislumbrar o esforço dos estudantes é admirável, o que é notável quando o assunto vem à tona.  

“O músico, muito além de ler artigos, tem que estar tocando. Tem que plugar o negócio, tocar e ensaiar, ter essas possibilidades. E é isto o que a gente está vivenciando agora, neste semestre. É bacana observar essa condição que a instituição está dando, mas que teve muito a ver com esta capacidade e iniciativa deles”, diz o coordenador.   

O Portal Mescla assistiu a um ensaio dos músicos, e o papo com eles foi bem divertido. Confira no vídeo:  

 

Redes Sociais