Mudanças no cenário sertanejo unem clássicos e música pop - Portal da Indústria Criativa


Mudanças no cenário sertanejo unem clássicos e música pop

Cantor Daniel conversou com Mescla e comentou sobre novo momento da cena sertaneja brasileira

Postado em: 06/03/2018
Por: Eduarda Bitencourt

Por Natália Collor

Simone e Simaria, Jorge e Mateus, Gusttavo Lima, Matheus e Kauan, Zé Neto e Cristiano são alguns dos nomes que dominam as músicas mais ouvidas do Spotify. O movimento do sertanejo universitário que chega cada vez mais com uma pegada pop e quebra preconceitos na música brasileira está nas paradas tanto do streaming como nas rádios. O que não muda é a inspiração nos ídolos do gênero no Brasil como Daniel, Zezé de Camargo e Luciano, Chitãozinho e Xororó, e tantos outros nomes.

Este novo momento é visto com animação pelo cantor Daniel, que falou com o Mescla.cc na última sexta-feira (2). “A vida é assim, ela é feita de transições e mudanças. Eu vejo por um lado muito positivo. Inclusive, são artistas que estão trazendo um público jovem muito grande para o sertanejo, em lugares inclusive que talvez o estilo não tivesse abrangido totalmente na nossa época”, afirmou o artista, que estava de passagem a Porto Alegre para divulgar o show Eles Estão de Volta, que ocorre 21 de abril na Arena do Grêmio e promete reunir nomes como Zezé Di Camargo e Luciano, Daniel, Bruno e Marrone, Leonardo e Chitãozinho e Xororó .

Ele ainda comenta que os novos nomes da música sertaneja são rápidos, ágeis e com uma mentalidade diferente, o que traz modernidade para o gênero musical. “Eles trazem um som também diferente, mas não deixando de pensar naquilo que a gente já fez. O estilo permanece, existe uma característica ou outra que diferencia”, comentou.

Para Lucas Silva, cantor sertanejo e egresso do curso de Produção Fonográfica, toda a referência que tem no seu trabalho na dupla Lucas Silva e Luciano vem dos anos 80. Eles se inspiram na qualidade de repertório, no cuidado com o trabalho, tanto na forma de conduzir a carreira, como na maneira que se portam no palco.

Em um primeiro momento, o que predominava nesta cena musical era o sertanejo raiz e o romântico. Mais tarde, o sertanejo universitário chegou trazendo muitas influências pop para o timbre e para as letras. “Pouco se fala do lado afetivo infeliz, hoje se fala com alto astral e temas diferentes, que trazem um público que se de identifica com essa linguagem”, comenta Lucas.

Além do público que acaba sendo agregado com estas evoluções na música sertaneja, Lucas destaca a mistura e a qualidade que o som acaba tendo. “Chegam para o som influências do Norte e Nordeste como o arrocha, a vanera que é aqui do Sul. Não existe mais o preconceito da música sertaneja que existia antes, graças a essas evoluções e pelo nosso estilo ter provado o que provou ao longo do tempo”, comenta o músico.

Outro ponto que Lucas destaca são as revoluções no mercado fonográfico. A mudança entre o CD, passando pela pirataria, as plataformas digitais e o Youtube, de acordo com o cantor, democratizaram o espaço dos cantores sertanejos. “Quem não tinha oportunidade de ser independente, acabou conseguindo se inserir graças a essas evoluções”, analisa.

Mulheres na cena sertaneja

Maior que o preconceito do gênero sertanejo era ainda o espaço das mulheres dentro da cena musical de raiz. Daniel comenta que tempos atrás eram poucas as mulheres vistas fazendo sucesso na área. “A mais recente talvez seja a Paula Fernandes. Está aí a grande prova de que se você é diferente, se tem potencial e uma mensagem legal para trazer para todos, por que não ter o seu espaço?”, afirma o cantor. Ele ainda completa falando sobre o quão necessárias são estas mudanças na música. “A gente está sempre buscando algo diferente, algo novo, acho que é importante para todo mundo essas mudanças”, conclui.

Confira no vídeo alguns momentos do encontro:

 

SERVIÇO

Para quem curte música sertaneja, é uma grande oportunidade ver e ouvir clássicos como Daniel, Zezé Di Camargo e Luciano, Bruno e Marrone, Leonardo e Chitãozinho e Xororó no show que ocorre no dia 21 de abril na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Os espetáculo é organizado pela Hits Entretenimento. Informações clique aqui.

Redes Sociais