Workshop de Design Thinking na Unisinos trabalha criatividade e inovação - Portal da Indústria Criativa


Workshop de Design Thinking na Unisinos trabalha criatividade e inovação

Atividade foi realizada no H2H Hub, novo coworking do Parque Tecnológico

Postado em: 11/12/2017
Por: Thamyres Thomazini

Na última quinta-feira (7), ocorreu um workshop de Design Thinking, em parceria com a Escola de Inovação de Porto Alegre, no H2H Hub do Tecnosinos. A proposta da atividade era abordar a importância da inovação, forças propulsoras, entendimento e aplicação do método, observando as peculiaridades de cada etapa e utilização de ferramentas específicas de inovação. Os participantes ficaram cerca oito horas imersos nas atividades de resolver desafios usando a metodologia e na experimentação, colaboração e empatia em grupo. Sérgio Filho, fundador da Innomotion Consultoria – Design & Inovação e administrador de empresas, era o palestrante do dia.

Em um ambiente inspirador, com paredes coloridas feitas de revistas em quadrinhos, quadros enormes para riscar, pufes, computadores e, claro, um coffe break para manter todos atentos, o coworking do Parque Tecnológico da Unisinos é um espaço ideal para desenvolvimento de novas ideias e projetos. O local foi idealizado pelos professores do eixo de Gestão e Negócios e sócios Alexandre Pereira, Vanessa Batisti e Isabel Cristina Santos. Está disponível tanto para acadêmicos da universidade, quanto funcionários, moradores da região e empreendedores. Os valores para a utilização variam de acordo com o tempo e começam a partir de R$ 15, funcionando das 9h às 19h.

Foto/Thamyres Thomazini

O Design Thinking é uma ferramenta para solução de problemas de forma criativa e inovadora. Atualmente, o mercado está muito competitivo e as empresas não têm tempo para erros ou investir repetitivamente. Inovação se torna essencial para o sucesso de um negócio e a metodologia desenvolvida pela IDEO a possibilita,  através das etapas de imersão, análise, ideação e prototipação. “É uma abordagem centrada no ser humano que objetiva, antes de tudo, compreender as pessoas, seus problemas e contextos para projetar soluções relevantes. Permite identificar oportunidades, testar ideias e validar as soluções antes de seu lançamento em forma de produto ou serviço e de forma mais rápida e barata”, explica Sérgio Filho, empreendedor e ministrante do curso.

Foto/Thamyres Thomazini

Durante a tarde, os participantes foram divididos em equipes para os seguintes desafios: como melhorar a segurança dos ciclistas nas grandes capitais?; como melhorar a experiência do usuário de transporte público em Porto Alegre?; como resolver o problema da violência no Brasil?; como melhorar a experiência do usuário de elevador nos prédios comerciais? Para ilustrar as ideias que iam surgindo estavam disponíveis cartazes, post its, canetas coloridas e internet para pesquisas. Antes de começar a atividade o palestrante explicou que o primeiro passo é sempre entender o caminho a ser seguido através do levantamento de informações e desconstruir a visão inicial e padronizada.

Foto/Thamyres Thomazini

Aperfeiçoar habilidades como criatividade, empatia, colaboração, trabalho em equipe e pensamento rápido são alguns dos pontos principais dos workshops ministrado por Sérgio Filho. De acordo com ele, um profissional moderno tem a responsabilidade de promover as mudanças necessárias para melhorar a competitividade dos negócios e conduzi-los ao futuro.“Nossos cursos são essencialmente práticos, mas com uma pitada de teoria e fundamentação para que o participante entenda os “porquês” da prática. Os feedbacks tem sido muito positivos, pois existem muitas dúvidas sobre a prática da ciência inexata da inovação. Todo mundo pode ler um livro ou um artigo sobre o assunto, mas dificilmente pode vivenciar a abordagem em seu trabalho. Esse é o gatilho para uma pessoa fazer nossos cursos”, diz.

Redes Sociais