Kazuo Ishiguro para ter na estante - Portal da Indústria Criativa


Kazuo Ishiguro para ter na estante

Vencedor do Prêmio Nobel de Literatura 2017, o escritor inglês retrata temas como tempo, memória e lembranças em seus romances.

Postado em: 11/10/2017
Por: Kellen Guaragni Dalbosco

O escritor inglês Kazuo Ishiguro foi anunciado no início deste mês como o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura. A Academia Sueca, responsável pela premiação, que teve início em 1901, disse ter feito a escolha por Ishiguro conter em seus romances “grande força emocional, que revelaram o abismo sob nossa sensação ilusória de conexão com o mundo”.

Os livros do escritor, nascido no Japão em 1954 e radicado na Inglaterra, trabalham temáticas como tempo, memórias e lembranças. Aos 62 anos, Kazuo Ishiguro publicou oito livros de romance. Sua produção literária já foi traduzida para mais de 25 idiomas e dois de seus romances foram adaptados para o cinema –  “Os vestígios do dia”, 1989, e “Não me abandone jamais”, 2005.

O Portal Mescla compilou em uma lista cinco obras de Kazuo Ishiguro para você ter na estante:

‘Uma pálida visão dos montes’, 1982

O livro, que foi publicado no Brasil pela editora Rocco em 1988, é  o primeiro romance do escritor. Ele conta a história de uma sobrevivente da bomba nuclear de Nagasaki, não por acaso, cidade de origem do escritor.

‘Os vestígios do dia’, 1989

O livro teve sua segunda edição, no Brasil, publicada em 2016 pela editora Companhia das Letras. A obra, vencedora do prêmio Booker Prize, em 1989, conta a história do mordomo Stevens, que já próximo da velhice, rememora os 30 anos dedicados à casa de um nobre britânico, depois ocupada por um milionário americano. “Os vestígios do dia” foi adaptada para o cinema em 1993. Assista o trailer

‘Quando éramos órfãos’, 2000

Nesta obra o autor conta a história do detetive Christopher Banks, que retorna a Xangai, sua terra natal, onde os pais desapareceram misteriosamente 20 anos antes. No livro, Kazuo Ishiguro retorna a ficção, falando sobre o poder do passado de determinar o presente das pessoas. O livro foi publicado pela Companhia das Letras, em 2000.

‘Não me abandone jamais’, 2005

Este romance ficcional do escritor teve adaptação para o cinema, em 2010, e foi finalista do prêmio Man Booker Prize 2005. Na obra, Kathy relembra os anos em que viveu em um orfanato no qual todos os “alunos” eram clones, produzidos para servir como peças de reposição, na doação de órgãos. A segunda edição do livro publicada no Brasil foi feita pela Companhia das Letras, em 2016. Assista o trailer

 

‘O gigante enterrado’, 2015

No livro, publicado em 2015 pela Companhia das Letras, o autor caminha por um mundo de fantasia, onde aborda temas como amor, guerra e memória. Nesta obra, Kazuo Ishiguro, aproximou-se de autores como  George R. R. Martin e Tolkien. Na história, os personagens precisam lidar com as indefinições do amor e uma misteriosa névoa do esquecimento.

 

Redes Sociais