Daniel Scola participa de aula de Radio da Unisinos POA - Portal da Indústria Criativa


Daniel Scola participa de aula de Radio da Unisinos POA

O jornalista trocou experiências com os estudantes sobre a profissão

Postado em: 11/10/2017
Por: Carol Steques

Ontem o editor-chefe da Rádio Gaúcha, Daniel Scola, participou da aula de Radiojornalismo II, ministrada pelo jornalista Porã Bernardes, da Unisinos Porto Alegre. Os alunos puderam fazer entrevistas com o jornalista e foram compartilhadas experiências e práticas da profissão.

Nascido e formado em Caxias do Sul, Daniel conta aos risos que durante o Ensino Médio estava muito indeciso sobre qual área seguir, e acabou fazendo a escolha da profissão no momento certo: na fila de inscrição do vestibular. “Eu já tinha uma propensão para leitura, para escrever, para história e conhecimentos gerais. A única coisa que eu sabia, era que seria de humanas. Ali eu escolhi Jornalismo, e por acaso entre o primeiro e segundo semestre do curso eu consegui um estágio em rádio, que foi onde começou a se abrir um novo mundo para mim, onde eu realmente me descobri no Jornalismo”, declarou.

Daniel Scola conta que em seu último ano de faculdade, em 1997, começou a mandar fitas cassetes para várias emissoras de rádio. O editor da Gaúcha na época gostou de suas fitas e o convidou para fazer um teste de 15 dias, onde após esse período, começou a trabalhar na emissora. Em 2001 Scola saiu da Rádio Gaúcha e foi para a Inglaterra fazer um mestrado. Em 2004, voltou para Porto Alegre e para a Gaúcha, e desde então não saiu mais de lá.

Scola já cobriu diversos acontecimentos mundiais, entre eles as eleições dos Estados Unidos. O jornalista conta que este é um dos eventos que o mundo inteiro acompanha, então acaba sendo um grande desafio contar algo diferente para o público. Para ele, não há nada mais difícil do que isto, ser diferente do que todo mundo está noticiando e assistindo. “Temos que nos perguntar o que é mais interessante. Será que não podemos entrevistar uma pessoa que ninguém vai entrevistar? Acho que aí está o desafio. E, além disso, fazer possíveis comparações com as coisas que estão acontecendo aqui no Brasil”, explicou.

Dentro de todas as coberturas internacionais, a primeira eleição de Barack Obama, em 2008, foi o que mais lhe marcou, sob o ponto de vista de repercussão mundial e política, e acontecimento histórico. Já a cobertura mais emocionante, tendo como ponto de vista o drama e a emoção em si, foram os terremotos do Chile e do Japão. “Outro fato que me marcou muito foi em 2013, quando eu acompanhei o conclave do Papa Francisco. Poder estar lá e passar mais de 2 semanas no Vaticano vendo todos os acontecimentos foi muito emocionante”, contou.

Apresentador de diversos programas na Rádio Gaúcha, Scola conta que há diferença entre os públicos de cada programa, mas não por gênero e faixa etária, mas sim por assuntos abordados. De acordo com Scola, a Gaúcha tem na programação jornalismo geral envolvendo tudo o que é importante que está acontecendo, e a programação esportiva. “Nesses programas sim a gente tem que pensar conteúdo específico para eles. Agora, hoje por exemplo, no horário do programa de esportes, estava caindo o mundo em Porto Alegre, então invés de falar sobre a entrevista coletiva do Renato, a notícia principal do momento era o problema de alagamento em Porto Alegre. Hoje estamos nos guiando mais pela importância e relevância do assunto e do seu imediatismo”, explicou.

Daniel Scola com os estudantes de Jornalismo

Fora do Jornalismo, Daniel Scola pensa em atuar na área da História e da música. “O que eu gostaria de fazer mesmo, – e eu confesso que talvez seja a primeira vez que eu vou falar sobre isso – gostaria de fazer algo que envolvesse história. Esses dias eu ajudei a fazer um programa sobre a Rússia, e como eu li muito sobre a Rússia eu fiz um debate sobre o assunto. E isso fugiu completamente daquilo que eu faço todos os dias e isso foi muito legal. Até brinquei com eles dizendo que quando eu não fizer mais programas na rádio eles podem me convidar para fazer programas de história”, contou

Para Daniel, o grande desafio do jornalista é ser preparado para os mais diversos assuntos. De acordo com ele, o profissional tem que ser um generalista – retirando a carga negativa existente nesta palavra -, aprendendo de tudo um pouco, e ser versátil. “Se tu entender muito de um assunto, como economia, por exemplo, e entender pouco de política e conhecimentos gerais, tu já foi muito longe. O que tu nao pode é entender de só um assunto”, declarou.

Daniel, pai de primeira viagem de Joana, deixou uma dica importante para aqueles que estão começando na profissão: “Leiam, absorvam conhecimento, isso é fundamental”.

“Tu só vais ser importante para o teu público, se tu fores relevante para ele”, Daniel Scola.

Redes Sociais