Viagem com cara de aula prática - Portal da Indústria Criativa


Viagem com cara de aula prática

Saídas de campo pelo Interior gaúcho levam estudantes de Comunicação da Unisinos a colocar em prática o que aprenderam em sala de aula

Postado em: 04/10/2017
Por: Kellen Guaragni Dalbosco

Os alunos das turmas de Jornalismo Impresso II, Jornalismo Impresso e Reportagem e Fotografia Institucional tiveram a oportunidade de experimentar uma manhã diferente no último sábado (30 de setembro). As professoras Beatriz Sallet e Anelise Zanoni reuniram os estudantes dos cursos de Jornalismo e Relações Públicas para uma saída de campo a Morro Reuter, interior gaúcho, com a missão de colocar em prática o conteúdo apresentado em sala de aula. A próxima viagem ocorre no dia 28 de outubro, para Bento Gonçalves, na Serra.

Foto: Kellen Guaragni Dalbosco

A primeira parada do roteiro foi no Ateliê de Cerâmica Anelise Bredow. A artista apresentou o local de trabalho para os estudantes e as técnicas para obter as esculturas de cerâmica. Os alunos de Jornalismo aproveitaram a oportunidade para entrevistar a profissional e tomar nota das falas da artesã, que  expressou opiniões sobre o mundo da arte e compartilhou histórias de vida que compuseram a artista que é hoje.

Foto: Kellen Guaragni Dalbosco

 

Portando câmeras fotográficas, os estudantes de Relações Públicas aproveitaram o momento para registrar cada detalhe do ateliê. Vasos de plantas, quadros, penduricalhos. Nada passou despercebido pelos alunos. A paisagem também recebeu alguns cliques. Devido à altitude do lugar,  a neblina da manhã fria de sábado demorou para dispersar, enchendo os olhos,  e os cartões de memória, dos visitantes.

Foto: Kellen Guaragni Dalbosco

A segunda parada foi no  Edelweiss Ateliê. Um casal simpático recepcionou os estudantes na casinha de madeira que abriga milhares de peças antigas. A história do lugar e de cada peça encantou os fotógrafos, que mais uma vez não perderam tempo para registrar atentamente cada canto do lugar.

Foto: Kellen Guaragni Dalbosco

Na pausa para o lanche, dona Lerina Neves, no auge de seus 72 anos, além de administrar o antiquário, por 30 anos, conferiu o minuto a minuto da confecção do Apfelstrudel. Nem mesmo o doce feito com maçãs – de origem austríaca e aparência apetitosa – deixou de receber os flashes dos estudantes.  Mais uma pausa, desta vez, para a foto do grupo. Um momento para um registro de uma manhã especial para os alunos de comunicação.

Foto: Kellen Guaragni Dalbosco

Um olhar fora da sala de aula

A professora Anelise Zanoni conta que sempre fez questão de realizar saídas de campo com os alunos de Jornalismo. No início, as atividades eram para locais mais próximos, como shoppings, aeroporto e rodoviárias, e tudo ocorria durante o período de aula. Com o tempo, os lugares começaram a ficar usuais e foi então que a ideia de ousar surgiu. Destinos mais interessantes, que demandam viagens aos sábados e que, por consequência, rendessem mais conteúdos para os estudantes, foram sendo programados.

Foto: Kellen Guaragni Dalbosco

Nessas saídas de campo à longa distância, que hoje incluem Morro Reuter e Bento Gonçalves, os estudantes conversam com pessoas que vivem por lá, conhecem novas culturas e muitas vezes visitam lugares que jamais imaginavam visitar”, contou Anelise. A parceria com a turma de fotografia surgiu ainda em 2015, mas foi no ano seguinte que pelo menos duas turmas passaram a dividir a atividade. “Isso ajuda na interação entre os estudantes e também na ideia de trabalhar com duplas de repórter e fotógrafo”, comentou.

Foto: Kellen Guaragni Dalbosco

Conhecer novas culturas e hábitos é um bônus para os estudantes que participam das saídas de campo. Proporcionar a prática da reportagem – principal conteúdo da disciplina de Jornalismo Impesso II – in loco é o foco da atividade. É comum a professora Anelise ouvir de alguns alunos que a sua disciplina foi “a mais legal do semestre”, afinal, muitos saem encantados com o que viram e ouviram nos momentos em campo.

“Ir pra rua é o papel do repórter, e isso fica muito evidente quando a universidade nos dá a chance de fazer estas saídas de campo. Isso é fundamental para a formação de um profissional do Jornalismo (e da área da Comunicação)”, finalizou a professora.

 

Redes Sociais